Heidelberg comemora sucesso das Speedmaster XL 145 e 162

Alemanha, França, Itália e Estados Unidos lideram as vendas deste tipo de equipamento

[singlepic id=4 w=320 h=240 mode=web20 float=center]

Fonte: Site Revista Publish

A Heidelberg anunciou recentemente que desde que foram lançadas, na Drupa 2008, cerca de 30 impressoras nos formatos 145 e 162 já foram vendidas em todo o mundo. “Estamos orgulhosos de ter atingido esse sucesso com as impressoras de formato muito grande para o segmento de embalagem, que é tão importante para nós estrategicamente”, comemora o CEO da Heidelberg, Bernhard Schreier. Prova deste sucesso é o novo investimento de um dos grupos norte-americanos mais importantes na área de embalagem, que comprou recentemente a sua segunda Speedmaster XL 162.
Read the rest of this entry »

CIP3, CIP4, PPF, JDF.O que significa essa sopa de letrinhas?

[singlepic id=3 w=320 h=240 float=center]

Escrito por Kesler Santos
Seg, 26 de Outubro de 2009

Elas estão por trás da redução dos tempos de setup e dos erros no processo de produção.

A sigla CIP3 significa Coo­pe­ra­tion for the In­te­gra­tion of Prepress, Press and PostPress e representa uma as­so­cia­ção de empresas organizada em 1985. Pos­te­rior­men­te, esse grupo passou por mudanças e teve seu nome alterado para CIP4. Naquele ano, alguns dos prin­ci­pais desenvolvedores de tecnologia resolveram unir forças para ­criar um formato padrão de arquivo que pudesse ser utilizado para a troca de informações entre pré-​impressão, impressão e acabamento. A ­ideia era que esse formato passasse a ser usado por todas as empresas do grupo e, desse modo, facilitasse a implementação de um novo padrão de trabalho e de novos sistemas que pudessem apro­vei­tar, ao máximo, recursos que a tecnologia já disponibilizava. O formato de arquivo padronizado foi o PPF (Print Pro­duc­tion Format). Esse formato, mui­to utilizado até hoje, permite a transmissão, desde a pré-​impressão até as fases pos­te­rio­res de produção, de dados dos aplicativos de montagem eletrônica, tais como formato do papel, espessura, área de mancha para o pré-​entintamento, marcas de au­tor­re­gis­tro, po­si­cio­na­men­to da tira de controle de densidade e dados de dobra e corte. Para tanto, é necessário que os equipamentos de impressão e de acabamento sejam com­pa­tí­veis com essa tecnologia, de modo a poder receber os dados e utilizá-​los no pré-​ajuste de cada trabalho a ser executado. Read the rest of this entry »

As 10 Melhores Gráficas do Brasil Publish 2009

Conheça os vencedores da edição deste ano do prêmio promovido pela revista Publish

[singlepic id=2 w=320 h=240 mode=web20 float=center]

Por Flavius Deliberalli

Nesta reportagem especial, a revista Publish conta um pouco da história e mostra, entre outras coisas, como as empresas vencedoras da sexta edição do Prêmio Top 10 Graphic´s Awards Publish equipam seus parques gráficos para deixar seus clientes cada vez mais tranquilos e satisfeitos na hora de escolher um fornecedor de impressos de qualidade. Confira ainda depoimentos dos vencedores, estimativas para o ano que vem e imagens da entrega dos certificados.

A equipe da Publish parabeniza os vencedores de 2009 e agradece aos profissionais que responderam à pesquisa exercendo papel fundamental ao atender nossas solicitações com muita receptividade e cordialidade, contribuindo de maneira singular com nosso objetivo de estreitar relacionamentos, reconhecer e premiar as empresas mais lembradas do setor e de projetar melhorias no mercado gráfico nacional.

Vale ressaltar que a pesquisa que aponta as empresas consideradas “Top 10” é baseada nos quesitos preço e qualidade do produto, prazo de entrega, assessoria técnica e atendimento comercial, e é respondida por profissionais que solicitam os serviços às gráficas, que expressam sua opinião de maneira totalmente livre, sem nenhum tipo de indicação ou indução por parte dos entrevistadores. Desta maneira, a revista Publish atua apenas como porta-voz do mercado.

Leia a matéria completa na edição impressa (Publish 104)

A EFI lançamento do modelo Vutek QS220

A EFI anunciou internacionalmente o lançamento do modelo Vutek QS220, um novo equipamento para a família de impressos EFI Vutek com largura de dois metros e tecnologia de cura UV.

[singlepic id=1 w=320 h=240 mode=watermark float=center]

O equipamento possui arquitetura plana e está equipada com sistema High-Definition Print (HDP) para impressões com maior definição e qualidade, mesmo em se tratando de mídias diferenciadas – como são comuns nos casos das impressoras UV. A resolução pode chegar a até 1080 dpi e podem ser usadas de quatro a seis cores, com possibilidade extra de se empregar um sétimo canal para até seis variações para a tinta branca.

Além disso, a QS220 pode imprimir cores e branco em três camadas independentes, todos em uma única passada, assegurando precisão no registro de cores. Tal recurso é particularmente útil para se imprimir em substratos escuros com qualidade.

Outro ponto de destaque é que a QS220 possui design compacto, inversamente proporcional à largura de mídia com que pode trabalhar. E, opcionalmente, pode ser ajustada para trabalhar com configuração rolo a rolo.

Sua velocidade está estimada pela EFI em até 2250 m2/hora, isto, sem variação relacionada ao padrão de resolução usado.

No que se refere ao controle de processos, a EFI Vutek QS220 está integrada ao EFI Digital StoreFront, bem como a outras soluções de softwares de gerenciamento de EFI para impressão remota e aplicações digitais.

A QS220 está sendo anunciada pela EFI como ideal para aplicações como envelopamento automotivo, sinalização, impressão em mídias rígidas etc.

Inf.: www.efi.com

Fonte: DTP